Minha lista de blogs

segunda-feira, abril 24, 2017

Aniversário de meu filho

Meu filho, minha nora
A nora e o filho
O namoro
Casamento
Hoje é o aniversário de meu filho.
Lembrei-o de manhã, quando mandei a mensagem de parabéns, que ele nasceu as 11.15 h, quando eu estava no 8º mês de gestação e quando ainda era Estudante de Medicina.
Que eu me sentia feliz e orgulhosa pela educação que tinha dado a eles, as vezes de "mão pesada" (ele que diz). 
Ele agradeceu e lembrou que pela avaliação dele, fiz tudo certo com ele e com Érica.
Quer motivo de mais felicidade?
E este Convite deles está lindo. 
Andréa, minha nora, também faz aniversário neste mês.
Liliane

domingo, abril 23, 2017

A capa da Veja

A capa da Veja
Achei essa capa da Revista Veja muito chamativa e com pouco conteúdo.
Parece uma guerra contra os homens.
As histórias de assédio chegam a ser ridículas.
Aprendi a me defender com minha mãe, quando ainda era pequena e nem se falava nisso.
Já andei de ônibus muitas vezes e raros homens tentaram se esfregar em mim.
E, ou eu saia do lugar se pudesse, ou dava uma cotovelada, ou descia do ônibus. Sempre funcionou. Nunca precisei nem chamar atenção do canalha.
Nunca me senti assediada porque homens olharam para mim ou me deram cantadas.
Muito pelo contrario, gostava e muito de ser olhada.
Tinham cantadas maravilhosas de se ouvir.
Imagina, se os colegas do tempo de solteira tivessem me denunciado porque olhei para eles, cheia de desejos. Ou porque achassem que olhei para eles, cheia de desejos.
Lógico que existe as exceções da regra. 
Mas, exceções são exceções.
E sou a favor de se criar uma lei João da Penha.
Não sou Feminista. Sou Feminina.
Liliane



quinta-feira, abril 20, 2017

Na dentista

Ontem, passei a manhã no consultório de minha dentista.
Gosto muito dela, acho-a competente e muito estudiosa.
Vive se atualizando, minha querida Isabela.
E trabalhamos juntas no Hospital Geral de Areias.

No meio da consulta, com a boca aberta e sem poder falar, Isabela, vai dizendo que planejou para meus dentes um tratamento de branqueamento.
Quase pulo da cadeira. De raiva.

Já tinha dito a ela que tinha feito 4 tratamentos de branqueamentos, como 2 dentista tão competente quanto ela, sem resultado.
E que não vou perder meu dinheiro para fazer uma coisa que nem acredito mais, em mim, lógico.
Mil sorrisos

Essa plaquinha da última foto, eu tenho aqui.
Ou melhor, nós temos.
Tanto eu quanto a filha usamos isso para clarear os dentes e os resultados foram nulos.
Quem já fez clareamento e teve resultado, ótimo e parabéns.
Mas eu não.
Liliane

terça-feira, abril 18, 2017

JKF a história não contada

Os atores
Assisti esse filme neste final de semana com tantos feriados.
Tem uma mistura grande de bons atores, alguns nem tão famosos.
Mas, não gostei do filme.
E é filme de 2013 e o nome original, parece ser do Hospital Parkland
O filme conta os eventos caóticos que ocorreram no Parkland Hospital de Dallas no dia em que o presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy foi assassinado.
Afinal era um Presidente querido pela maioria.
O filme mostra o irmão e a mãe do Lee Oswald.
O irmão atônito a e mãe envaidecida do acontecido.


"Parkland relata os acontecimentos do dia em que o presidente John F. Kennedy foi assassinado, como os jovens médicos e enfermeiros do Hospital Parkland; o chefe dos Serviços Secretos de Dallas; um homem que involuntariamente filmou o que viria a tornar-se o filme mais visto e examinado da história; os agentes do FBI que estiveram quase a deter o atirador; o irmão de Lee Harvey Oswald, a equipe de segurança do Presidente, testemunhas da morte do presidente e da subida ao poder do vice-presidente Lyndon Johnson sobre uma nação cuja inocência foi alterada para sempre.".

Eu me perdi em meio a tantos atores fazendo parte do Serviço Secreto.
Não lembro de ter visto em momento algum, quem fez o papel de Jackeline.
Mas, foi muito bom ter assistido o filme.
Será que vi no Netflix. Acho que foi.
Liliane


segunda-feira, abril 17, 2017

Futebol, não gosto

Futebol
Nunca gostei de futebol.
Nunca entendi futebol.
Muito raramente fiquei em frente a TV vendo futebol.
Aliás, fico em frente a TV, só como companhia.

Futebol
Houve um tempo na minha vida de criança que papai, torcedor do Clube Náutico de Recife, exigia que a gente gostasse do Náutico.
E a gente torcia, eu pelo menos, porque se o Náutico perdesse o jogo, era sinal de que dormiríamos cedo, muito cedo.
Porque papai fechava a casa cedo, por volta das 19 h, só para não vê os conhecidos do bairro, passarem comemorando a vitória de time que não era o dele.
Então todos nós éramos de Náutico.
Depois de grande, um só irmão, o meu irmão maravilha, mudou de time.
Lembramos disso no almoço com a família na casa que já foi de mamãe e agora é de minha irmã caçula, Aninha.
É lá que nos reunimos no almoço de Pascoa.

Meu 1º marido torcia, discretamente, pelo Santa Cruz.
O 2º marido, torcedor fanático do Santos. 
Ele é de Santos-SP.
Meus filhos, se torcem, não percebo.

Liliane



domingo, abril 16, 2017

Lana Cristina


Lana Cristina de fralda
Detesto dormir.
Detesto não acorda muito cedinho
Alongando
E devia ser umas 4 da manhã, quando Lana Cristina veio me acordar.
Hora de vê as gatas.
Lana sempre está junto de mim.
Acho que pensa que vai comer a ração do gato.
Mas não pode. São rações diferentes.

Pensando
Era muito escuro ainda.
Mas ela sabe que acordo cedo e que dou atenção para ela.
Enfeitada
Não sou eu que passeio com a Lana Cristina.
Mas ela sabe que acordando cedo, faço companhia a ela.
Indo para caminhada
Adoro nossa Lana Cristina que já está sentindo o peso da idade.
Liliane

sábado, abril 15, 2017

As árvores e filmes

As árvores da nossa calçada.
Esses dias tem chovido muito aqui na cidade.
Chuvas com muito vento.
E dai que 3 das árvores plantadas pela Prefeitura em junho 2015 por solicitação minha, quando assumi o Condomínio caíram. Que tristeza, viu?
Elas cresceram, estavam lindas e florindo.
Mas não aguentaram a ventania muito forte.
Torcendo para que elas voltem a florescer.


Estava procurando o filme O Clube, indicado pela Bruxa do 203,  do Blog www.umcaminhodiferente.blogspot.com.br que não encontrei quando me deparei com 2 outros filmes que era "Clube".
Então gravei e vi esse Clubes das Mães Mortas, que é um Documentário.
Clube das mães mortas
E no Clube das Mães Mortas a gente vê a história de Jane Fonda, por exemplo cuja mãe suicidou-se quando ela tinha apenas 10 anos.
E algumas outras atrizes que tem história de perda da mãe quando ainda criança, tais como Molly Shannon, Rosie O´Donnell e outras pessoas que não artista.
Muito legal o Documentário.
E a gente vê como é difícil lidar com essa perda que na verdade é a única certeza que se tem na vida, mesmo você sendo criança.




Depois vi esse Clube das Mães Solteiras com atrizes que nem lembro se conheço.
Mas é a história de mães cujos filhos estudam numa mesma Escola e que elas se reúnem para lidar e se divertir com essa vida de mãe solteira.
Clube das mães solteiras
O filme é alegre.
As atrizes são bonitas.
E eu gostei muito. 
Clube das mães solteiras
Liliane