Minha lista de blogs

terça-feira, janeiro 17, 2017

A festa Anos 70

Um pedaço da família
 A festa foi muito boa, muito animada, muito barulhenta e com muita dança.
Impressionante para algumas pessoas é que só a família seja responsável por essa alegria toda.
Mas é.
Minha mãe era alegria pura.
O DJ e Aninha
 Músicas de Discoteca escolhida pela minha irmã e pelo DJ, afinal ele tem experiência.
Estou lá atrás de peruca ruiva
E músicas de Discoteca são mesmo maravilhosas.
A gente dança até sem querer.

As figuras
O concurso de fantasia foi ganho pela minha irmã, Suiane, caracterizada de Princesa Leia.
Aninha(irmã), Érica(filha minha)
Cansei.
Voltamos para casa quase as 4 da manhã, a hora que normalmente, acordo.
As perucas
Meu irmão e minha cunhada
Agora esperar o próximo janeiro.
As festas são anuais. 
E dá muito trabalho para decorar o terraço da casa que já foi de nossa mãe e agora é de Aninha.
Liliane

sábado, janeiro 14, 2017

Festa Temática

Minha irmã
Hoje vai ter a Festa Temática que sempre se faz em janeiro na casa que foi da minha mãe.
Agora é da minha irmã, a casa.
E será a 1a vez que faremos a festa depois da morte de mamãe.
Érica e a Infanta
Os temas foram vários ao longo dos anos
Uma sobrinha e eu

Festa brega
A de hoje é "Anos 70".
Vou de hippie. Detesto. 
Vou vestida de hippie porque não encontrei uma roupa tipo Dancing Day na loja que aluga-se fantasias, onde sempre alugo.
Queria roupa com muitos brilhos.
Eu
Essa "perua" ai de cima sou eu.
Naquele ano, ganhei o premio de melhor fantasia.
E eu estava me sentindo o máximo.
Liliane

sexta-feira, janeiro 13, 2017

Na Netflix em janeiro/2017

30 dias de noite

A mosca

American Crim

Batman returns

Clube dos 5

Desventuras

Funny girl

Jornada nas estrelas

Vida de inseto

Vidas ao vento

Colony

O cavaleiro solitário

Sim senhor
Vamos nos programar para assistir?
Liliane

quarta-feira, janeiro 11, 2017

Clarice pronta para sair.
Este mês de janeiro dei férias para Clarice.
As vezes tenho impressão de que ela não quer sair de férias.
Tenho impressão, não. Tenho certeza.
Parece que a vida dela, em casa, no local onde mora não deve ser tão agradável quanto é aqui.
Acho que aqui ela se sente rainha
Clarice no fim do expediente
Rainha mesmo, não sei se se sente, mas importante ela se sente.
E eu faço o possível para que ela se sinta bem e motivada para o trabalho.
Clarice é muito alvoroçada, muito cheia de energia e trabalhadora.
O nome dela, Clarice, fui eu que dei.
Porque o nome real, o que tem nos documentos, acho feio.
E aqui em casa, nem as gatas tem nomes feios.
 
Clarice com peruca para foto
Tenho uma relação de amor e ódio com ela.
E preciso dela.
Acho que aqui foi a 1a vez que Clarice teve um emprego.
Ela controla bem o dinheiro que ganha.
Nunca me pede $$ adiantado.
Clarice dos olhos tristes(?). Não, não é.
Se disser que precisa dela, ela vem correndo.
Clarice é assim.

Emília e Clarice
Essa foto de peruca foi numa tarde de brincadeiras, ela com Emília, a costureira com as perucas que tenho para nossas festas temáticas.
Hoje vou ligar e dizer que estou com saudades dela.
Acho que ela vai gostar. 
Acho que devo ligar.
Liliane

terça-feira, janeiro 10, 2017

Portugal, Holanda e Paris

Castelo de Silves
 Hoje, está fazendo 1 ano que voltei das maravilhosas férias em Portugal, Holanda e Paris.
Fortaleza de Sagres
Foi muito bom.
E vou repetir em breve.
Ruínas da Era Romana
Portugal(no Algarve) foi uma surpresa.
Não sabia que Portugal era tão bonito, tão rico de história, que as ruas fossem limpas e que as auto-estradas fossem tão diferente dessas porcarias daqui.
Palácio de Estoi
 Esse castelo além de lindíssimo tem uma história lindíssima
Voledam-Holanda
Voledam faz um frio de doer no ossos, na época que fui.
Mas é de frio que eu gosto.
E a cidade é muito bonita.
Voledam, a linda Voledam

Amsterdam
Viajar é bom demais.
Saber que existe lugares bem diferente dessa porcaria aqui, é maravilhoso.
Liliane

segunda-feira, janeiro 09, 2017

The magnificent seven (Sete homens e um destino)

O de 2016
 O Hugo, do blog www.cinema-filmeseseriados.blogspot.com.br, antes de entrar de férias comentou sobre esse filme que já havia sido filmado em 1960.
Ele viu os 2. Para o de 1960 deu nota 10.
Não consegui vê o de 1960 que tem Yul Brynner.
Depois de muito procurar encontrei esse de 2016 mas um versão dublada.
E dublada é mesmo um terror.
The Magnificent Seven
Mas eu adorei o filme que tem mais de 2 horas de tiros e balas.
Nessa época de violência, imaginar que está se atirando em bandido, é para mim, um deleite.
O Diretor tem uma lista imensa de bons filmes (Dia de treinamento, Atraídos pelo crime, Atirador, etc).
E já tem filmes para serem lançados em 2017 e 2018.
Ele não para, já vi.
Antoine Fuqua, o Diretor
Imagino que o trabalho de um Diretor de filme sempre seja muito grande.
aliás, a lista das equipes que trabalham num filme são imensas e a gente nem tem noção do trabalho que se tem.
E fazer Faroeste deve um trabalho maior.
Esse é uma "Refilmagem do clássico faroeste Sete Homens e um Destino (1960), que por sua vez é um remake de Os Sete Samurais, de Akira Kurosawa. 
Os habitantes de um pequeno vilarejo sofrem com os constantes ataques de um bando de pistoleiros. Revoltada com os saques, Emma Cullen (Haley Bennett) deseja justiça e pede auxílio ao pistoleiro Sam Chisolm (Denzel Washington), que reúne um grupo especialistas para contra-atacar os bandidos".
Byung-hun Lee e o Diretor
Chris Pratt e o Diretor

Denzel Washington é o chefe dos 7 homens "magníficos".
Tem também Peter Sarsgaad como o chefe da bandidagem.
Ele tem uma carinha de santo.

Vicent D´Onofrio de quem gosto muito, aparece bem envelhecido.
O filme é muito bom.
Valeu a indicação de Hugo. E Hugo é cinéfilo. Entende tudo.
E sempre é comedido em dar notas.
Liliane

sexta-feira, janeiro 06, 2017

Livre, (Wild) o filme

Reese Witherspoon
 "A perda da mãe, morta prematuramente de câncer no pulmão aos 45 anos, afetou demais Cheryl. Aos 22 anos, ela estudava e trabalhava como garçonete, e tomou um caminho autodestrutivo. 
Quatro anos depois, viciada em drogas pesadas e se envolvendo com todos os caras que apareciam, Cheryl se divorciou e adotou um novo sobrenome porque não queria continuar com o do marido nem podia seguir com o que carregava desde o nascimento. 
A palavra que lhe veio à mente foi strayed, cujos inúmeros significados — “desviar-se do caminho certo, afastar-se da rota direta, perder-se, ficar louco, não ter pai nem mãe, não ter casa” — ela sentiu que a definia naquele momento. 
À deriva, Cheryl percebeu que era hora de recomeçar. A maneira de fazer isso foi percorrer 1 770 quilômetros pela Pacific Crest Trail, trilha na costa oeste dos Estados Unidos, que vai do deserto de Mojave, na Califórnia, até o Estado de Washington, perto da fronteira com o Canadá.
 Esse é o enredo de Livre (Wild, Estados Unidos, 2014), longa que traz a atriz Reese Withrespoon à frente do elenco".
Na trilha
Assisti esse filme ontem.
É bonito, muito bonito mas cansativo  de vê por cerca de 2 h, Cheryl caminhando e enfrentando, sozinha, os perigos de uma trilha.
A gente se sente em perigo, também.
O Diretor(Jean-Marc Vallée) é um canadense e tem outros sucessos na sua carreira.
O filme é baseado no livro "Livre-A Jornada de uma mulher em busca de um recomeço" e que fez muito sucesso mas que não tenho vontade de ler.
Tem pessoas que precisam dessa jornada para recomeçar. 
Eu nem preciso nem entendo muito dessa "precisão".
Também o lindo do filme são as lembranças que tem da mãe(Laura Dern) e que aparecem em Flashback.

Quem já viu?
Ela está linda no filme.
Liliane